quarta-feira, 27 de maio de 2009

Clube de Autores

O I-Group e o A2C anunciaram o lançamento do Clube de Autores (http://www.clubedeautores.com.br/). O site permite que os próprios autores efetuem a publicação de suas obras de forma gratuita.

Funciona da seguinte forma: o autor pega o seu texto, converte no Word para o formato de página A5, gera um pdf e publica a obra no site. Ele pode ainda montar ou escolher uma das capas disponibilizadas. Depois é só aguardar as vendas. Quando alguém se interessa pelo livro, o Clube de Autores cuida de mandá-lo para a gráfica, que imprime de forma unitária, dá o acabamento final e o despacha para o comprador.

O autor recebe os direitos autorais trinta dias depois que as vendas acumuladas atingirem um montante mínimo de R$ 300,00.

O autor não paga para publicar no site e nem paga para imprimir. E ainda recebe os direitos autorais.

O sócio-diretor do I-Group afirma que o Clube de Autores quebra a condição desfavorável em que se via o autor, de ter que arcar com um custo alto ao se submeter a uma tiragem mínima.

Além da publicação gratuita, eles oferecem também cursos gratuitos.

Visitei o site e gostei do design: limpo e atrativo. Os livros são ofertados em disposição similar ao das livrarias.

Quanto à ideia, se o livro estiver pronto para sair da gaveta, não vejo problema. Mas o autor tem que buscar uma avaliação especializada para não se arriscar a publicar um material ainda imaturo. E a partir daí é esperarmos uma boa recepção dos "olheiros" de plantão.

Pode ser um primeiro degrau para um grande caminho.

3 comentários:

Anaik von der Weid disse...

muito bacana a iniciativa. é mesmo mais uma tendência lá de fora, de print on demand, que está chegando por aqui.

só acho que realmente ainda são passos de formiga. sabemos que os mercados editoriais europeu e americano já são muito mais bem consolidados do que o nosso, e hoje eles têm se beneficiado dessa opção muito mais para editoras acadêmicas e afins. no caso de autores de ficção, como você disse, há um risco ao eliminar-se o papel do editor. senão deixa de ser um texto preparado e passamos todos a ler manuscritos.

beijo

Bello Cane disse...

Comprei um livro lá. O que tenho a dizer:

A qualidade é baixa, bem pobre. A capa é de má qualidade e a impressão também. É impressão gráfica rápida, em folha de ofício simples (das bem ruins que encontramos em papelaria). Muito amador. Além disso, pude constatar junto à nota fiscal da gráfica que imprimiu o livro: ele custou 7 reais e o clube dos autores me vendeu por quase 28 (eu sendo o autor, e sem o frete). Além disso, veio num envelope comum, com todas as quinas amassadas.


Não cometam o mesmo erro que eu. Caso queiram ver seus documentos impressos com um pouco mais de qualidade, procurem as gráficas de suas cidades e acompanhem de perto a qualidade da impressão, do papel etc.

Bello Cane disse...

Comprei um livro lá. O que tenho a dizer:

A qualidade é baixa, bem pobre. A capa é de má qualidade e a impressão também. É impressão gráfica rápida, em folha de ofício simples (das bem ruins que encontramos em papelaria). Muito amador. Além disso, pude constatar junto à nota fiscal da gráfica que imprimiu o livro: ele custou 7 reais e o clube dos autores me vendeu por quase 28 (eu sendo o autor, e sem o frete). Além disso, veio num envelope comum, com todas as quinas amassadas.


Não cometam o mesmo erro que eu. Caso queiram ver seus documentos impressos com um pouco mais de qualidade, procurem as gráficas de suas cidades e acompanhem de perto a qualidade da impressão, do papel etc.