terça-feira, 8 de setembro de 2009

Mercado editorial: os autores precisam de espaço

Como escritora, me estristeço quando vejo que os bons autores têm tão pouco espaço na mídia, e às vezes, nas próprias livrarias. Essa semana, em um dos suplementos literários do RJ, havia uma página inteira do Submarino sobre lançamentos. Só que todos os livros que apareciam eram estrangeiros. Na mesma linha, se abrimos as principais revistas do país, temos como oferta apenas uma ou duas páginas falando de literatura, e, na maioria das vezes, o que vemos são matérias a respeito dos best-sellers.

Se queremos saber dos autores nacionais, temos que torcer para que os suplementos literários publiquem. Nisso, gosto do Jornal Rascunho. Acho que ele abre muuuuitas páginas para a literatura brasileira.

Mas hoje, lendo uma matéria do Caderno 2 do Estadão (edição de 05/09), vejo que o problema não é só nosso. Isso não é um consolo, mas, pelo menos, mostra que se ainda não demos um jeito nessa situação, é porque não tivemos bons exemplos. :)

Por isso, invento e invisto tanto nessa área. Mais até do que meu tempo permite. Mas não consigo ficar de braços cruzados. Primeiro, foi o site Sobrecapa, para tratar dos lançamentos literários, SÓ de autores nacionais. E agora esse mesmo site sai na frente publicando a primeira lista de mais vendidos APENAS da literatura brasileira.

O que espero com isso? Apenas plantar as boas sementes. Enquanto as árvores não frutificam, espero que os bons ventos da literatura espalhem as ideias por aí.

-----------------------

Confiram a matéria do Estadão e vejam que até a França sofre com a falta de espaço nas livrarias. :)

Best-sellers tiram espaço de bons livros na França
Sucessos ocupam grande parte das lojas e as obras de qualidade ficam escondidas

Por Gilles Lapounge - CORRESPONDENTE - PARIS

( Leia artigo )

Um comentário:

Paula Laranjeira disse...

É uma pena não valorizarmos nossos bons autores! Temos tanta gente produzindo coisa de qualidade, e tudo q conhecemos são esses "água-com-açúcar" feitos pra vender...Fiz uma pesquisa(coisa insignificante) sobre autores baianos, só para saber se quanta gente deixamos de ler. Fiqei pasma com a quantidade...E olhe q usei como fonte apenas quatro 3 livros e um texto q encontrei...
É muito bom saber q tem gente lutando contra essa avalanche que se impõe contra nós...Parabéns pelo Sobrecapa...
abraços