domingo, 8 de março de 2009

Poema para comemorar nosso dia



Escritoras, leitoras,
mães, filhas, netas, avós,
esposas, noivas, namoradas, amantes,
profissionais, alunas, professoras,
meninas, adolescentes,
ou apenas mulheres:


Parabéns!!!


E para comemorar esse dia que apenas é um a mais dentro dos 365(6) que passamos lutando, conquistando, vivendo, sendo felizes, trago um trecho do poema de Cora Coralina. Ela que, sem dúvida, foi uma grande mulher, sem contar que também nos deixou um grande legado, de extrema sensibilidade.


trecho de
Todas as vidas
Cora Coralina
do livro Poemas dos Becos de Goiás e Estórias mais


Vive dentro de mim
a lavadeira do Rio Vermelho.
Seu cheiro gostoso
d'água e sabão.
Rodilha de pano.
Trouxa de roupa,
pedra de anil.
Sua coroa verde de são-caetano.

Vive dentro de mim
a mulher cozinheira.
Pimenta e cebola.
Quitute bem-feito.
Panela de barro.
Taipa de lenha.
Cozinha antiga
toda pretinha.
Bem chacheada de picumã.
Pedra pontuda.
Cumbuco de coco.
Pisando alho-sal.

Vive dentro de mim
a mulher do povo.
Bem proletária.
Bem linguaruda,
desabusada, sem preconceitos,
de casca-grossa,
de chinelinha,
e filharada.

Vive dentro de mim
a mulher roceira.
-- Enxerto da terra,
meio casmurra.
Trabalhadeira.
Madrugadeira.
Analfabeta.
De pé no chão.
Bem parideira.
Bem criadeira.
Seus doze filhos,
Seus vinte netos.

Vive dentro de mim
a mulher da vida.
Minha irmãzinha...
tão desprezada,
tão murmurada...
Fingindo alegre seu triste fado.

Um comentário:

Fatima Cristina (www.fccdp.com) disse...

Oi Ana,
Parabéns a todas nós! A escolha de Cora Coralina para nos presentear hoje foi providencial.
Obrigada. Abraços, Fatima